Sunday, October 24, 2010

Em defesa de Israel

Talvez muitos já encarem esse post com desdém e no mínimo me chamando de hipócrita pelo título. Venho aqui esclarecer que o post irá tratar de um assunto extremamente delicado e que gera inúmeras divergências. O conflito Israel/Palestina e Oriente Médio no geral.Esclareço que não defendo Israel cegamente só por ser judeu. Sei que Israel fez muitas ações precipitadas e que soaram agressivas, e sim foram; mas muitos criticam Israel cegamente sem analisar toda a situação e oque fazem também contra o mesmo. Porém deve-se analisar ambos os lados antes de chegar-se à uma conclusão. Mas paremos um pouco de sermos levados somente pela mídia e vejamos de um outro lado.


Israel é um Estado Judaico no meio do Oriente Médio, onde TODOS são Muçulmanos ou Islâmicos; os quais em sua maioria quase sempre odeiam os judeus por questões histórico-religiosas. Ocupa um espaço mínimo do oriente médio, aí é um ponto em que começa a divergência de opinião: falam que Israel expulsaram os árabes/palestinos de suas terras... porque Israel não teria direito à um espaço de terra? E com todo o oriente médio porque os muçulmanos e islâmicos exigem a expulsão de Israel? Admitamos que muito disso deve-se à ignorante preconceito anti-judeu. Bem não é o fato que pretendo analisar... esse fato deixo em aberto pois há erro de ambos os lados: de islâmicos e muçulmanos não admitirem um estado judeu e um pequeno espaço ocupado por estes e serem precipitados também em suas atitudes perante à isso (1 dia após ser declarado o Estado Judaico de Israel muçulmanos e árabes invadiram Israel agressivamente sem justificativa aparente nenhuma; e isso nunca terá justificativa na minha opinião) Não irei defender Israel dizendo "Eles que começaram", mas é algo que não deixa de ser verdade, admitamos. Agora também Israel pecou em estender seu território além do tratado pelo decreto, assim dessa maneira e nesse momento, expulsando o povo árabe de suas terras. Neste ponto não defendo em momento algum Israel.
Pela análise inicial proposta deixo claro nos comentários que não sou um hipócrita defendendo Israel apenas por ser judeu; mas o que venho a tratar de maneira enfatizada e até com repulsa é o fato dos defensores cegos dos árabes vierem com o seguinte comentário: "Israel está fazendo o mesmo com os árabes que os nazistas fizeram com os judeus na 2° guerra." Isso é de deixar qualquer judeu extremamente com raiva; e qualquer um com consciência do que aconteceu também deveria ficar. ONDE JÁ SE VIU COMPARAR ALGO AO HOLOCAUSTO?? Não teve algo pior na história, o único momento em que talvez algo chegou perto disso foi o Genocídio Arménio durante a 1° Guerra, mas não há como comparar NADA à esses fatos. Perante o genocídio judeu então? Não há como discutir isso. Foi uma atrocidade sem precedentes praticada contra os judeus, não há palavras para descrever tal ocorrido que é irreparável perante a memória dos judeus. Muitos judeus mesmo sem ter passado por esse momento odioso da história sentem o pesar de que o nosso povo paçou, como eu e muitos outros judeus que tem consciência doque foi isso para o povo judeu. Muitos também não judeus tem essa consciência perante o fato, pessoas com real consciência mesmo sem ter passado por isso ou sem nem conhecer ninguém que passou por isso. Há uma auxência deste sentimento perante estes porcos que apoiam esse comentário; eles não tem noção doque os judeus passaram... e agora os judeus ainda tem que ouvir que estão praticando o mesmo que fizeram talvez o momento mais horrendo da história judaica contra os árabes. Isso é de dar nojo. Que me critiquem, que ofendam, que façam o caralho que for... não vou ficar quieto ouvindo tais blasfémias contra o meu povo, e mesmo que não fosse eu o defenderia da mesma maneira, pela honra e memória do povo judeu.
O mundo esqueceu-se do sentimento pelo próximo, pelo simples fato de não se conhecer aquele ser humano ele torna-se descartavel e indiferente. Ou seja, ele pode morrer, ter sofrido horrores que continua sem importância. Isso deveria ser repudiado com todas as forças, e o ser humanos se tornou isso, abtuou-se à situação de seus semelhantes morrerem todo dia, todo instante. E mesmo um ato horrendo como o sofrido pelos judeus é incapaz de comover tais ignorantes. Estes tem meu repudio eterno, não há justificativa para nada como tal. Isso é algo que nunca deve ser comentado com tom irónico, ou com intuito de se fazer piadas como muitos ignorantes o fazem. Tais pessoas não tem consciência do sofrimento que eles passaram, e deveriam ter noção disso, antes que algo faça-os ter consciência à força. Há judeus que se sentem tristes com isso, outros ficam calados... e há outros que sentem um ódio absurdo e que esperam descontar no infeliz que pronunciou tais blasfémias contra nossa honra. Deixo assim subentendido. Shalom.

1 comment:

  1. ótimo post amigo. abraços. tbm concordo com o texto.

    ReplyDelete